Picbear logo Browse Instagram content with Picbear

@a.cor.dar.terapias

a.COR.dar. Terapias

a.cor.dar.terapias

✨Tethahealing 🙏 Mindfulness ✨Atendimentos presenciais e online!

  • 395 Total Likes
  • 64 Tot. Comments
Foi no final de dezembro do ano passado. Cheguei em uma sessão de Tethahealing e disse ao ser perguntada sobre o que tinha me trazido até ali: - Preciso urgentemente tratar minha relação com a comida!  Tinha tanta tensão na minha fala. Tinha tanta dor dentro de mim... Eu achava que falava sobre o peso, o efeito sanfona, os meus excessos, a minha compulsão, a relação tensa com a alimentação desde a infância.  De dentro do problema eu não conseguia me ver também falando sobre como a comida esteve comigo em momentos difíceis,  sobre como me escutou quando não tinha ninguém por perto, sobre como era uma excelente válvula de escape para o estresse e correria do dia a dia e uma compensação nos dias difíceis... Quantas vezes comi minhas frustrações, comi o peso da responsabilidade e da dedicação exclusiva as crianças, comi minhas tristezas e minha solidão materna... Comi a vontade de fugir para as colinas e não ter com quem deixar as crianças. Comi aos tantos planos que não conseguia tirar do papel. Comi a frequente sensação de fracasso. Comi muitas e muitas vezes o meu cansaço... E comi para me presentear por ter conseguido fazer tal e tal coisa, por ter aguentado firme mais um dia.  Tapei com comida as minhas ausências e faltas e os meus buracos emocionais.  Remendei com açúcar as feridas que carrego comigo desde a infância e as rachaduras de um coração e alma partidos por relações familiares tão difíceis.  Eu achava que era insatisfação com o corpo, com a imagem que eu via refletida no espelho. Não era. Isso tudo era a consequência de toda a falta que eu sentia em/de mim.  Eu tinha fomes! Ali entendi que elas eram de muitas coisas, para muito além de comida.  Me faltava na minha própria vida! O meu corpo estava mostrando o que já não cabia dentro de mim!  Foi no final de dezembro do ano passado. Alguns dias antes do Natal. Sai da sessão tão frustrada por o meu "problema" não ter uma resolução simples... A gente
Ontem enquanto eu brincava com meus filhos de "pega pega" me vi gargalhando... Gargalhadas gostosas, abertas, altas, que vinham da alma e fluiam com liberdade, sem reservas nem filtros.  A criança ferida que habita em mim se cura um pouco cada vez que eu me permito viver momentos assim com as minhas crianças.  A adulta "mãe mulher e tudo o mais"  se acalma, se reorganiza e renova suas energias toda vez que eu paro e vivo com os cinco sentidos a potência desse tipo de experiência.  A buscadora de conexão consigo mesma  e com a sua essência e propósito em momentos assim se sente completamente em paz... É como descobrir onde tem um baú de tesouros sem fim e saber que é possível ir lá e pegar um pouco quando quiser.  E sobre ter entendido que esse "lá" sempre foi, é e sempre será bem aqui. ❤  É sobre ajustar as lentes com as quais se vê a vida e a partir disso experimentar doses frequentes da ~simples ~ felicidade real.  Aquela que mora no caminho e não no final... Faz sentido pra você?  #mecurardemim #eumelhorqueeu
http://bit.ly/vidademaeoba  Já avisei por aqui em outras postagens que o Programa Online Vida de Mãe tá de portas abertas, né? Não viu os avisos? Pois é! Tá siiim, até segunda! **Se quiser ver os posts em que falei um pouco sobre o Vida de Mãe me fala que te marco neles!  Algumas amigas mães se identificaram muito com a proposta e já embarcaram nessa jornada de resgate de amor próprio e auto cuidado e eu me sinto muito honrada pela confiança que elas depositaram na minha indicação e nesse programa lindo que está sendo construído com muito cuidado e carinho!
Encontrar tempo pra cultivar o #autoamor e o #autocuidado na correria da vida pode ser um grande desafio!  Eu queria te mostrar (com toda vergonha do mundo🙈🙈🙈) algo que eu tenho feito por mim e que me faz um bem danado: ligado o som bem alto ou o Just dance e simplesmente dançado e cantado até cansar... Que sensação maravilhosa essa de cuidar de si mesma com simples e pequenas atitudes diárias!  Te convido a pensar agora numa coisa que te traga prazer, que te arranque um sorriso do rosto, que te traga leveza, que libere endorfinas na sua corrente sanguínea, que faça você sentir que a vida vale muito a pena e que ela é maravilhosa e - A PARTE MAIS IMPORTANTE - a fazer isso!  Simplesmente faça! Não deixe nada atrapalhar esse seu momento. Nem um bebê querendo desligar o console. Drible o imprevisto e chame ele pra dançar com você! rs  Dedique um tempinho do seu dia para cuidar da pessoa que mais merece atenção na sua vida: você!  Do jeitinho que der, no possível, sem a cobrança da perfeição, dentro da sua realidade.  Nada pode ser mais importante do que cuidar dessa relação! Pense nisso! ❤  #eumelhorqueeu #mecurardemim
Uma das dúvidas que pode estar rolando por aí sobre participar ou não do Programa Vida de Mãe é: - Conseguirei acompanhar os conteúdos mesmo nesse corre corre da vida de mãe, mulher e tudo mais?  E a resposta é: -SIIIIM! O programa foi planejado justamente pensando nisso!  Os conteúdos serão leves, alegres, possíveis e que cabem na rotina. Além de estarmos usando os mais diversos formados para produzir conteúdo (vídeo, texto, hangout, áudio) para contemplar as preferências pessoais de cada uma. Também não teremos nada extenso para não usar muito do tempo que já temos pouco! rs  As inscritas receberão conteúdo durante 14 semanas, porém todo mundo vai ter até 1 ano para acessar tudo que for disponibilizado. Dá pra ir no seu próprio ritmo, afinal não é uma corrida, né? Tudo vai estar disponível para que você acesse no seu melhor dia, no seu melhor horário A intenção é que o conteúdo germine e cresça dentro de nós e nos transforme, nos mova!  Além disso, estaremos juntas uma apoiando a outra em nossa comunidade exclusiva aqui no Facebook!  Sentiu no coração o chamado? Vem! Quer dizer, vamos juntas que eu tô nessa também! LINK PARA INSCRIÇÃO NA BIO!
E se eu fracassar? E se eu errar? Melhor nem tentar, provavelmente não vou conseguir. Tá muito difícil, melhor desistir... Nunca conseguirei... Quantas vezes já não nos fizemos essas perguntas e afirmações, hein?  O único obstáculo que afasta a maioria das pessoas dos seus sonhos é o medo do fracasso. "Toda flecha que acerta o alvo é o resultado de cem flechas erradas", diziam antigos mestres orientais.  E se a partir de agora você decidir enxergar seus fracassos como uma das flechas que você usou como treino e que utilizou na sua preparação? E se a partir de agora você perceber que o sucesso é constituído de 99 fracassos?  Sabe, fracasso mesmo é nem ter a coragem de tentar... Não tenha medo dos fracassos. Eles são nossos amigos! Eles nos testam, nos orientam e nos permitem crescer!  Vamos... Aponta essa flecha e tenta de novo! E de novo. E de novo. Até que... 🎯! A vida favorece os corajosos!  #eumelhorqueeu #osucessoÉfeitodefracassos #mecurardemim #cailevantavaidenovoatéconseguir
É com muita alegria que venho avisar que o programa Vida de Mãe está de portas abertas para receber mulheres que são mães e que querem (e sentem que precisam!) voltar a olhar para elas mesmas.  Ao longo de 14 semanas, através de partilhas, reflexões e conteúdos, expandiremos as nossas consciências sobre as 4 principais áreas das nossas vidas (pessoal, profissional, relacionamento e qualidade de Vida). Tudo isso com muito amor, flexibilidade e leveza!
Em que você está empenhado nesse momento em relação ao seu desenvolvimento pessoal?  Essa busca de sermos a cada novo dia melhores do que fomos no dia anterior nos leva a estar sempre olhando para nós mesmos em busca de questões para nos dedicar. Trabalhamos no que está nos incomodando, tentamos inserir novos hábitos e descontinuar antigos que não queremos mais nas nossas vidas. Buscamos entender cada vez mais nossos padrões de comportamento e as crenças por trás deles. Tentamos colocar diariamente na nossa rotina as coisinhas que gostamos de fazer e que contribuem para nosso estado de felicidade... Acho lindo e fundamental esse empenho em construir um #eumelhorqueeu! Você também acha?  Aproveito e te conto o que tem me movido nessa área nesse momento da minha vida: minha busca por mais leveza! 🍃🍃🍃 E você, o que tem te movido? A que tem se dedicado? Quais são as suas buscas?  Compartilha comigo! Vou gostar muito de saber! ❤
Autoconhecimento e desenvolvimento pessoal são muito mais caminhos do que linhas de chegada.  E esse caminhos são melhor desfrutados quando percorridos com amorosidade e paciência. 🐣🐥. 🌱🌳
Se eu parasse de comprar livros hoje com certeza ainda teria livros inéditos para ler pelos próximos 2 ou 3 anos. Sou dessas que compra livros na velocidade da luz, e a maior parte deles é sobre desenvolvimento pessoal, auto conhecimento e espiritualidade, o que muita gente chama de autoajuda.  Há mais ou menos dois meses comecei a ler um desses livros e ele tornou-se um divisor de águas na minha vida. Não pelo conteúdo em si, mas pela forma como eu intuitivamente me vi me relacionando com o que nele estava contido. Não me forcei a nada, mas quando percebi algo diferente estava acontecendo... Tudo que lia nele fazia tanto sentido, me tocava tanto, que decidi permitir que cada coisinha lida crescesse em mim, que me mudasse.  E essa ~simples~ atitude de dar real espaço àqueles novos aprendizados tornou-se uma experiência profunda e é por isso que eu estou te contando essa história... Eu acreditava num nível inconsciente (e foi necessário refletir para perceber isso) que as mudanças que eu queria trazer para a minha vida dependiam diretamente de ler um próximo livro, assistir a um próximo vídeo, fazer aquele tal curso, percorrer aquele tal caminho, ir àquele incrível retiro... Eu consumia mais e mais informações, acumulava mais e mais aprendizados e em relação às minhas atitudes... bom, elas eram basicamente as mesmas. E a sensação de insatisfação comigo mesma também permanecia.  Foi aí que comecei a me perguntar qual seria a intenção de cada leitura que faço sobre desenvolvimento pessoal se não me ajudar a me desenvolver? E se consumindo um livro atrás do outro, um curso atrás do outro, um conteúdo atrás do outro, eu estava mesmo  deixando espaço para que mudanças acontecessem em mim ou simplesmente acumulando informações? Eu estava aprofundando o processo, tocando nas feridas, olhando para os meus medos, lidando com as minhas dores ou estava colocando no próximo conteúdo a tarefa mágica de me curar de mim e assim
Imagine o ganho que você terá se toda vez que tomar consciência que seu fluxo de pensamentos tá muito grande e que você está agitado ou ansioso, você fizer uma pausa intencional e utilizar um exercício simples (e poderoso!) de respiração para serenar a mente e te trazer de volta para o presente? Gostou da ideia! Então vamos ao exercício!  Assuma uma postura confortável em que seja possível estar alerta e relaxado ao mesmo tempo. Sugiro a posição sentada sem apoiar as costas.  Feche os olhos e faça 3 respirações profundas para começar a prática.  Depois inspire pelo nariz suavemente contando mentalmente até o número que for mais confortável para você. Esse é o primeiro tempo. Não existe melhor nem pior, certo ou errado. Preste atenção ao seu conforto. Pode ser que no início você comece com 5 e depois esse número vá aumentando... O segundo passo é segurar a respiração pelo mesmo tempo da inspiração. Conte mentalmente enquanto segura até chegar no mesmo número.  E finalize soltando o ar pelo nariz contando mentalmente até o mesmo tempo novamente.  Esse foi o primeiro ciclo. Faça 6 ciclos iguais a ele. Para facilitar, use os dedos da mão para marcar o número de ciclos feitos.  Inspire. Retenha. Expire. Todas as partes com a mesma duração!  Se você quiser, para ajudar na concentração, pode visualizar enquanto respira um triângulo com três lados iguais. Inspire num lado, segure o ar no outro, expire suavemente no outro. E recomece até o final dos 6 ciclos.  É isso! O que achou? Facinho, né? Como eu disse, fácil e poderoso!  Mas ele só terá poder se você trouxer para a sua vida! ;) Faz, faz mesmo! E depois me fala o que achou!  #mindfulness #atencaoplena
Você já parou pra pensar que quando alguém te manda uma mensagem no whatsapp é porque ela está disponível naquele momento? Essa é disponibilidade dela! Mas, pode não ser a sua. Aliás, arrisco dizer que quase nunca é... E quando você, a cada notificação que chega no celular, para tudo para vê-la e atendê-la, o que a acontece com você?  Vou te falar sobre o que acontecia com uma pessoa próxima... Já fazia um tempo que eu o observava... Independente da hora, a cada "plim" ou vibração ele pegava o celular e ia lá olhar as mensagens. Às vezes eram importantes, outras tantas não. Quase nunca eram, de fato, algo que precisasse ser feito ali, naquele momento, mas era assim que ele as recebia.  Em dias de semana, nos finais de semana, em horário comercial, depois do horário comercial e muitas vezes tarde da noite! A notificação chegava e ele corria pra atender. No meio da execução de um trabalho que exigia atenção sustentada, enquanto brincava com os filhos, no meio de um almoço de família, enquanto assistia a seu seriado favorito, no trânsito, no banho, "plim!"... Ele era um desses caras que ficava com o celular na mão o tempo todo, que trabalhava o tempo todo, que acreditava que sem o celular por perto algo de muito urgente poderia acontecer e ele não saberia. Ele aparentava cansaço extremo, tinha dificuldade pra relaxar, pra desconectar, conversava com os olhos na tela. Era super workaholic! Pensava nos problemas a resolver o tempo todo e quando achava que tinha acabado... "plim" e  o ciclo começava outra vez.  Um dia, sentados juntos almoçando, uma notificação chegou e ele imediatamente parou de comer para atendê-la. Lá se foi o nosso momento... Foi aí que eu sugeri "já pensou em desativar as notificações?" e nesse dia ele topou. Desativou todas as notificações e a partir dali uma grande mudança aconteceu... Agora ele escolhe (de acordo com disponibilidade dele) as horas em que vai olhar o Whatsapp. Agora ele faz
De vez em quando passo por aqui com uma #dicaacordar e a de hoje é de um livro 📚 maravilhoso para quem tem filhos e quer introduzi-los nos caminhos da meditação e não sabe bem por onde começar.  Quietinho feito um sapo - exercícios de meditação para crianças (e seus pais) -  é uma introdução a técnica de meditação #mindfulness através de exercícios de respiração, visualizações e brincadeiras que podem ser feitos em família, fortalecendo os vínculos entre pais e filhos.  De forma clara e acessível e mesclando teoria e prática, a autora explica o conceito de “atenção plena” – ou simplesmente sentir, aceitar e viver cada momento como ele é – e mostra como essa prática  pode ajudar as crianças a se tornarem menos agitadas e mais focadas, a acalmarem a mente, relaxarem, a dormirem melhor, aliviarem preocupações, raiva e se sentirem mais pacientes e conscientes. 🍃  Quem não quer ajudar os filhos a desenvolver essas habilidades, né? E quem não quer também desenvolver em si mesmo? 💫  No livro são apresentados 11 exercícios (que eu prefiro chamar de ferramentas) para lidar com os dilemas do cotidiano dos nossos pequenos! E, mais que isso, nossos próprios dilemas também!  Esse livro é um tesouro! ❇  É facinho de ser encontrado nas melhores livrarias e o precinho é bem bom.  Então é isso! #ficaadica! 😄  Vocês já conhecem o livro? O que acham dele?  Acha que essa dica pode beneficiar alguém? Marque ela aqui nos comentários! 😊 [ROLE PARA O LADO PARA VER ALGUMAS PÁGINAS DO LIVRO]  #atençãoplena #meditaçãoparacrianças #meditação
O sorriso dos meus filhos e o cheiro do cabelo deles, comida japonesa em boa companhia, tomar banho de mar, a chuva, o Yoga, How I Met Your Mother, livros, passear em minha própria companhia, livrarias, um momento nhóin com o marido... Quanto mais eu me dedico ao que me para, mais feliz eu me sinto e eu me torno. E quanto mais eu descubro o que me para, mais eu me conheço, me amo e me aceito. Faz sentido pra você?  E você? Me fala! Quero muito saber... o que te para?  Que essa pergunta nos pare, que a resposta nos mova. 🍀🍃
Crenças determinam comportamentos!  De maneira bem simplória acontece assim: uma mesma experiência acontece um certo número de vezes na nossa vida, na nossa família, na sociedade e com isso um padrão é detectado pela nossa mente nessas ocasiões. Ela entende e aprende que vai ser sempre assim, e para poupar estresse e liberar espaço mental para que haja dedicação ao que ainda não pode prever, estabelece uma crença.  Ainda na infância (especialmente até os sete anos de idade) elas começam a ser estabelecidas e seguem conosco pela vida toda. Estão fortemente enraizadas no nosso sistema nervoso e são em sua maioria completamente inconscientes.  Você consegue perceber o padrão dos seus comportamentos em relação aos vários aspectos da sua vida e que crenças estão determinando eles? São crenças de abundância ou de escassez? Tem algum aspecto da sua vida que te causa uma dor constante e Você não entende o porquê? Deixa eu sugerir um deles para facilitar a reflexão... Finanças! Como é a sua relação com o dinheiro? É saudável? O que você sente ao pensar em viver em abundância financeira? Quem tem saúde financeira pra você é...? Você acha que é possível ser plenamente feliz no amor e nas finanças e em todas as outras áreas da vida? Pra você é fácil ou difícil ganhar dinheiro?  Agora eu tenho outras perguntas:  O que você escuta sobre ele desde que nasceu? O que sua família te contava sobre o assunto? Há na sua família casos de privação financeira severa? Há um histórico familiar delicado em relação ao assunto? "Dinheiro não cresce em árvore!", "dinheiro muda as pessoas!", "quem tem dinheiro é mal", "dinheiro é a raiz de todo o mal", "o problema do mundo é o dinheiro!", "não é possível ter tudo na vida!" etc etc etc. Essas são apenas algumas das afirmações que costumamos ouvir sobre esse assunto desde cedo.  E sem que você saiba nem perceba pode ter absorvido isso, entendido que se essas afirmações e
Perdoe-se! ❤ "Ao me perdoar, deixo para trás todos os sentimentos de não ser suficientemente bom, e estou livre para me amar." @louise_hay_affirmations
Pra você é fácil ou difícil implementar na sua vida novos hábitos? Você sabia que para a maioria das pessoas é bem desafiador?  O ciclo normalmente é assim: decidimos começar ou parar algo, nos primeiros dias estamos cheios de gás e motivação e com o passar dos dias esse fogo vai diminuindo e  tendemos a voltar ao padrão anterior. Aí vem a culpa, o "eu nunca vou conseguir", a sensação de fracasso e o abandono, digo, adiamento do objetivo. E sempre um novo recomeço e aí  o clico se repete. ♻ Rolou identificação? Acontece... Tá tudo bem!  As engrenagens que movem nossos padrões de comportamentos são realmente complexas, por isso entender um pouco de como elas funcionam ajuda a não só decidir, mas sustentar e conseguir alcançar as mudanças que queremos para as nossas vidas.  2⃣1⃣ dias! Estudiosos do mundo acreditam que, para um novo comportamento se cristalizar e virar um novo hábito, uma pessoa tem que desempenhar a nova atividade por 21 dias consecutivos. 21 dias seguidos da nova prática para uma nova rota neural começar a ser criada. A mágica dos 2⃣1⃣! O que você acha de a partir de agora começar a usar esse numerozinho mágico a seu favor? • Tem uma meta? 🎯✔ • Formou um quadro claro na sua mente (se quiser detalhar por escrito também ajuda, hein?! do resultado que você deseja alcançar? 📋✔ • Pensou numa maneira de exercer um pouco de pressão positiva para te impulsionar a conseguir? ✔ • Especificou um prazo para ela e anotou essa data num local que você vê com frequência? ✔ • Pronto, agora tenha a coragem de colocá-la em prática por 21 dias e colha os resultados! 💪✔ • Ah, por último mas não menos importante: curta o processo! 😉🙃 O caminho é o mais importante! Trate de se divertir enquanto estiver avançando em direção às suas metas e objetivos, hein?  Vai com amorosidade, com consciência, sem pressa e com olhos bem abertos.  No caminho que me leva e te leva a melhor
"O segredo da felicidade é simples: encontre aquilo que você realmente ama e então dirija para lá toda a sua energia. Depois que fizer isso, a abundância vai fluir para a sua vida e todos os seus desejos serão satisfeitos com graça e facilidade." - Robin Sharma em "O monge que vendeu sua ferrari". ✨  Me fala! Você concorda que o segredo da felicidade seja esse? Já achou o que realmente ama? É tarefa fácil ou difícil? E se tá parecendo difícil, o que você acha que pode estar atrapalhando a sua busca?  #felicidade #abundância #prosperidade #desenvolvimentopessoal #crençaslimitantes  #tethahealing #mindfulness -- Se está em busca da melhor versão de si mesmo, tenho ferramentas terapêuticas que te ajudam! Tethahealing ® | Mindfulness  Instagram: @a.cor.dar.terapias E-mail: a.cor.dar.terapias@gmail.com  Whatsapp: 81 996020471
Gratidão... Uma palavrinha que tem sido muito usada hoje em dia, não é? E o que é gratidão? É simplesmente a forma como a gente agradece a alguém por algo?  A gratidão não deveria ser somente a palavra que usamos para externar o nosso agradecimento, porque ela é muito mais que isso! Ela é uma sensação, é um sentimento, e pode vir a tornar-se um estado de espírito e contribuir muito para a nossa felicidade! ❤  Para te ajudar a sentir a gratidão vibrando no seu coração diariamente, quero te propor um exercício simples e muito poderoso, topa?  O exercício da gratidão dos dez dedos!  Escolha (ou crie!) um momento reflexivo do seu dia e faça um esforço consciente para perceber dez coisas ao seu redor e na sua vida no dia de hoje que você ama/que despertam o seu melhor/que te fazem se sentir alegre.  Atente para as pequenas coisas, observe os detalhes. Não faça do exercício algo mecânico repetindo os mesmo motivos todos os dias. Aprimore o olhar... Por exemplo: eu amo os meus filhos e todos os dias eu sou grata pela vida deles, certo? Mas hoje eu me conecto com a gratidão ao pensar no sorriso que o meu filho me deu quando eu estava saindo de casa, eu sinto gratidão no coração ao lembrar  do cheiro do cabelo da minha filha que senti quando a beijei na hora do almoço. Ao pensar nesses dois momentos eu simplesmente sou grata e sinto essa gratidão inundar todo o meu ser.  Olhos novos olhando a mesma realidade, combinado?  Faça o esforço consciente de trazer à mente dez coisas e conte-as nos dedos. É importante chegar ao dez, mesmo que a contagem fique mais difícil após três ou quatro. É justamente para isso que serve o exercício: para te levar além do óbvio, para trazer à consciência os pequenos elementos que costumam passar despercebidos pelo seu dia a dia. Quando se faz um trabalho para buscar mais pelas coisas que se ama, mais e mais o estado de espírito da gratidão chega nas nossas vidas! E é apenas com esse
Tenho um convite: pelo menos uma vez por dia mude a marcha da sua vida conscientemente. Desacelere.  Escolha uma atividade cotidiana e permita-se fazer ~apenas~ ela.  Se for beber água, apenas beba a água!  Com consciência e com atenção. Concentre-se no copo d'água e imagine que você nunca viu nada semelhante. Perceba características como sua cor, seu cheiro, seu aspecto. Olhe atentamente para a água permitindo que seu sentido da visão se deleite. Se você começar a pensar que é uma bobagem estar fazendo isso reconheça seus pensamentos como ideias aleatórias e retome a consciência. Leve um pouco d'água até a boca e perceba as sensações que aquele líquido te traz.  Surgiu um pop-up na sua cabeça te lembrando da próxima atividade que precisa ser feita? Não tem problema! Tá tudo bem! A natureza da mente é a de um cavalo selvagem. Com amorosidade e sem julgamentos reconduza sua atenção através da conexão com a respiração para o presente, para o simples ato de beber água.  Se for caminhar, apenas caminhe! Sinta o milagre de se movimentar sem o objetivo de chegar a algum lugar. Você pode fazer isso em ambiente fechado ou ao ar livre. Pode ser a distância da porta do seu quarto até a cozinha. Não importa a distância! Se forem 10 passos com consciência já está ótimo!  Comece bem devagar levantando o pé direito do chão. Perceba o calcanhar se desprendendo do solo e o peso do corpo mudando para o pé e a perna esquerda. Tendo suspendido o calcanhar direito, observe como o movimenta para a frente bem devagar e o apoia delicadamente no chão, um passo à frente.  Enquanto coloca o pé direito no chão, observe o calcanhar esquerdo saindo do solo e o peso voltando para a perna direita... Quanta coisa acontece entre um passo e outro, né? Isso é incrível!  Aceite o meu convite: pelo menos uma vez por dia escolha desativar o piloto automático e ligue o modo estar consciente. Seja enquanto escova os dentes, janta, brinca com os seus
Certamente você já ouviu alguém  dizer ou até mesmo já disse algo do tipo "as palavras têm poder, hein?!" ou "tome cuidado com os seus pensamentos, eles podem se tornar realidade!". E isso é a mais pura verdade! ❇  Palavras, sejam elas ditas em voz alta ou simplesmente pensadas, têm um efeito incrível em nossas vidas, tanto positiva quanto negativamente. Se uma declaração é feita repetidas vezes torna-se realidade, porque é assim que funciona a lei da atração ou da manifestação. A gente atraí o que vibra em palavras, pensamentos e sentimentos; a gente atraí o que é! ❇  Pense agora em algumas palavras e pensamentos que fazem parte do seu repertório... ❇  É possível que aquelas palavras negativas que você usa ou o seu maldizer interno estejam te impedindo de progredir ou de alcançar algo, sem que você saiba. Por isso, é importante que você esteja sempre consciente de quaisquer pensamentos/palavras aleatórios negativos e que faça o exercício de reorientá-los! ❇  Por exemplo: - Preciso perder peso! (Você estará sempre procurando para depois perdê-lo e nesse 'acha e perde' vai estar num eterno efeito sanfona!) Que tal: - Quero eliminar alguns quilos! (Pense no que eliminamos das nossas vidas... Essas coisas não voltam mais, né?) -- - Não consigo... (Você nunca conseguirá nada além do que se acha capaz de conseguir.  Se já começa dizendo que não conseguirá, aumenta bastante as chances de realmente não conseguir!) - - Dinheiro é a raiz de todo o mal!, dinheiro corrompe/muda/transforma as pessoas! (Se você acha que dinheiro é ruim e mal, então você sempre o evitará e fugirá das oportunidades de conquistá-lo, afinal de contas ninguém quer ser ruim ou mal, né? E se você começar a ver o dinheiro como ele realmente é: um papel, uma energia. É você que dirá pra que ele serve ou não.) Agora observe como essas afirmações positivas soam diferente e trazem boas sensações para quem diz e para que ouve: -

Loading