Picbear logo Browse Instagram content with Picbear

Energia Divina

Instagram photos and videos at Energia Divina

Gatinho fofo passando pelo sua timeline para te lembrar que você é incrível! Você é muito boa!  Tô te dizendo isso, mas você não se vê assim, né?  Queria te dizer de novo: você já é tudo isso! Sempre foi! Se você não está conseguindo se ver dessa forma, da forma como você realmente é, dedique tempo e atenção ao seu #autocuidado e ao seu processo de #cura para limpar o vidro desse espelho que não tem refletido a sua verdadeira imagem.  Cuide de cada crença limitante que esteja atrapalhando sua visão de si mesma, olhe para cada trauma vivido que tenha afetado a sua autoestima, dedique-se a perceber os seus pensamentos e padrões de comportamento que minam a sua autoconfiança. E, a parte mais importante: lide com eles! Encare-os com olhos bem abertos!  Crenças limitantes podem ser tratadas, traumas podem ser curados, você pode construir um novo jeito de pensar sobre si mesma! A cura é real! Acredite em mim! Eu sou uma testemunha disso!  Estou sentindo pela primeira vez na vida adulta a potência de me sentir boa o bastante, de sentir que eu tenho e sou tudo que preciso nesse momento e que isso é ser incrível!  É um processo! Quase nunca rápido, quase sempre não linear, cheio de altos e baixos e também bastante doloroso. Mas é libertador!  Comece esse processo, se ainda não começou. Recomece, se parou! Continue! E não pare até conseguir se olhar no espelho e se vê!  Você é a pessoa mais importante da sua vida! Não desista de você!  Você é incrível!  #mecurardemim #eumelhorqueeu
Depois de uma pausa para agradecer pelos aprendizados do ano que passou e planejar e manifestar a realidade que quero co-criar neste ano, venho comunicar que a agenda de atendimentos 2018 está oficialmente aberta!  Os agendamentos são feitos por Whatsapp ou mensagem.  Se você sente no coração que chegou o seu momento divino de cuidar de você, olhar para si, para os seus medos, seus padrões de comportamento, suas crenças limitantes, suas dores e construir uma nova realidade, conte comigo para te ajudar no seus processos através de ferramentas terapêuticas poderosas!  #tethahealing #mindfulness #curaquantica  #terapiaenergetica #meditação -- *Atendimentos presenciais em Boa Viagem - PE e também por Skype.
Ela é tão simples,  tão #cheia de defeitos. Mais São esses defeitos que a fazem #única 😌🎶🍃🙌🏻
Espero um dia puder te dizer "ame as crises!", mas ainda não consigo. Não seria honesto hoje se eu te pedisse isso, visto que nem eu morro de amores por elas... Mas queria te dizer de todo o coração: "viva as crises!". Permita-se não apenas passar por elas ou sobreviver a elas. Não feche os olhos, não desvie o olhar, tente (viu que eu falei tente, né, conseguir é oooutra coisa, mas confio que o treino ajude) não pedir para que elas passem logo. Ao invés disso, encare-as de frente com olhos bem abertos e aguce o olhar, porque é só assim que esses momentos de desordem se tornarão também momentos de aprendizado e de crescimento.  Nas fases difíceis dessa louca e longa caminhada chamada #vida normalmente, sem nem perceber direito, estamos nos perguntando "por que comigo?", não é?  E SE (esforço consciente messsmo!) também nos perguntássemos "o que eu aprendo com isso?, "de que maneira isso faz de mim alguém melhor?", "pra onde toda essa dor está me fazendo olhar?, "o que eu posso fazer de bom para o mundo com esse difícil aprendizado?", "e se eu soubesse o que fazer com isso, o que eu faria?". Acredito profundamente porque vejo acontecer na minha própria  vida que essa (não tão simples) mudança nas perguntas pode nos levar a respostas incríveis e a construção de uma nova percepção sobre esses períodos de desordem.  Já passamos por muitas e ainda vamos passar por várias! #crises são uma das certezas da vida, não tem como fugir disso... A única parte que nos cabe então é #decidir COMO passar por elas.  Te convido a passar desfrutando-as, vivendo-as e intencionando que quer aprender com elas. Te convido ao menos a tentar!  E assim quem sabe um dia você vai tornar-se mais um dos que dizem: #ameascrises!  É o que eu quero pra mim e é também o que desejo pra você!  #vivaascrises
A perfeição não existe na realidade humana. Não deixe o impossível te aprisionar!  #perfeitaimperfeição
Recomendo de coração🌹 Um momento incrível de transcendência e leveza!
Iniciação #olgatolokin #mestra 💓🙏🏼✨
Sexta- feira às 22h bateram no portão da minha casa. Eram os vizinhos do prédio ao lado para reclamar que meus cachorros estão latindo muito e os incomodando.  Pra mim nunca foi fácil ouvir reclamaçãos.  Dá vergonha, constrangimento, raiva. Me percebo querendo me defender, arrumar culpados ou achando que não tem nada a ver aquilo que está sendo dito.  Acontece com você também?  Não é fácil pra mim aceitar a minha própria vulnerabilidade, os meus próprios erros, os meus fracassos.  Embora eu saiba que a perfeição é algo inatingível, é claro que numa situação como essa é o meu ego ferido gritou bem alto, a perfeição impossível que gostaria muito de ser possível se fez presente.  E a falta de coragem de demonstrar imperfeição disse "estou aqui!". Naquela noite engoli com a garganta seca a vergonha e fui dormir com um nó na garganta.  Acordei com uma única certeza: algo precisava mudar, e não eram os cachorros. "O desconforto pode gerar mudanças", eu pensei.  Morar numa casa em que tinha espaço para eles brincarem e ter três filhos humanos para cuidar me fez parar de passear diariamente com os cães. Falando bem francamente, nós e os nossos cachorros estávamos bem distantes... Decidimos voltar a passear com eles. 2 vezes ao dia. Decidimos mais que isso: decidimos parar de limitar o espaço de circulação deles pela casa e lidar com possíveis xixis no sofá, cocôs em lugares errados, pêlos pelo chão.  Sábado, domingo, segunda-feira. Há 3 dias essas mudanças estão acontecendo.  Não há mais latidos porque não há mais carência, não há mais distância.  Agora há cachorros circulando pela casa, brincando com as crianças, recebendo e dando carinho.  Os passeios estão me levando a redescobrir o bairro em que morei a minha vida toda, a praia que fica bem perto da minha casa e não me via há anos! Os passeios também estão me trazendo contemplação, desaceleração, reflexão, como essa que tive enquanto passeava com
Se eu parasse de comprar livros hoje com certeza ainda teria livros inéditos para ler pelos próximos 2 ou 3 anos. Sou dessas que compra livros na velocidade da luz, e a maior parte deles é sobre desenvolvimento pessoal, auto conhecimento e espiritualidade, o que muita gente chama de autoajuda.  Há mais ou menos dois meses comecei a ler um desses livros e ele tornou-se um divisor de águas na minha vida. Não pelo conteúdo em si, mas pela forma como eu intuitivamente me vi me relacionando com o que nele estava contido. Não me forcei a nada, mas quando percebi algo diferente estava acontecendo... Tudo que lia nele fazia tanto sentido, me tocava tanto, que decidi permitir que cada coisinha lida crescesse em mim, que me mudasse.  E essa ~simples~ atitude de dar real espaço àqueles novos aprendizados tornou-se uma experiência profunda e é por isso que eu estou te contando essa história... Eu acreditava num nível inconsciente (e foi necessário refletir para perceber isso) que as mudanças que eu queria trazer para a minha vida dependiam diretamente de ler um próximo livro, assistir a um próximo vídeo, fazer aquele tal curso, percorrer aquele tal caminho, ir àquele incrível retiro... Eu consumia mais e mais informações, acumulava mais e mais aprendizados e em relação às minhas atitudes... bom, elas eram basicamente as mesmas. E a sensação de insatisfação comigo mesma também permanecia.  Foi aí que comecei a me perguntar qual seria a intenção de cada leitura que faço sobre desenvolvimento pessoal se não me ajudar a me desenvolver? E se consumindo um livro atrás do outro, um curso atrás do outro, um conteúdo atrás do outro, eu estava mesmo  deixando espaço para que mudanças acontecessem em mim ou simplesmente acumulando informações? Eu estava aprofundando o processo, tocando nas feridas, olhando para os meus medos, lidando com as minhas dores ou estava colocando no próximo conteúdo a tarefa mágica de me curar de mim e assim
Imagine o ganho que você terá se toda vez que tomar consciência que seu fluxo de pensamentos tá muito grande e que você está agitado ou ansioso, você fizer uma pausa intencional e utilizar um exercício simples (e poderoso!) de respiração para serenar a mente e te trazer de volta para o presente? Gostou da ideia! Então vamos ao exercício!  Assuma uma postura confortável em que seja possível estar alerta e relaxado ao mesmo tempo. Sugiro a posição sentada sem apoiar as costas.  Feche os olhos e faça 3 respirações profundas para começar a prática.  Depois inspire pelo nariz suavemente contando mentalmente até o número que for mais confortável para você. Esse é o primeiro tempo. Não existe melhor nem pior, certo ou errado. Preste atenção ao seu conforto. Pode ser que no início você comece com 5 e depois esse número vá aumentando... O segundo passo é segurar a respiração pelo mesmo tempo da inspiração. Conte mentalmente enquanto segura até chegar no mesmo número.  E finalize soltando o ar pelo nariz contando mentalmente até o mesmo tempo novamente.  Esse foi o primeiro ciclo. Faça 6 ciclos iguais a ele. Para facilitar, use os dedos da mão para marcar o número de ciclos feitos.  Inspire. Retenha. Expire. Todas as partes com a mesma duração!  Se você quiser, para ajudar na concentração, pode visualizar enquanto respira um triângulo com três lados iguais. Inspire num lado, segure o ar no outro, expire suavemente no outro. E recomece até o final dos 6 ciclos.  É isso! O que achou? Facinho, né? Como eu disse, fácil e poderoso!  Mas ele só terá poder se você trouxer para a sua vida! ;) Faz, faz mesmo! E depois me fala o que achou!  #mindfulness #atencaoplena
Pra você é fácil ou difícil implementar na sua vida novos hábitos? Você sabia que para a maioria das pessoas é bem desafiador?  O ciclo normalmente é assim: decidimos começar ou parar algo, nos primeiros dias estamos cheios de gás e motivação e com o passar dos dias esse fogo vai diminuindo e  tendemos a voltar ao padrão anterior. Aí vem a culpa, o "eu nunca vou conseguir", a sensação de fracasso e o abandono, digo, adiamento do objetivo. E sempre um novo recomeço e aí  o clico se repete. ♻ Rolou identificação? Acontece... Tá tudo bem!  As engrenagens que movem nossos padrões de comportamentos são realmente complexas, por isso entender um pouco de como elas funcionam ajuda a não só decidir, mas sustentar e conseguir alcançar as mudanças que queremos para as nossas vidas.  2⃣1⃣ dias! Estudiosos do mundo acreditam que, para um novo comportamento se cristalizar e virar um novo hábito, uma pessoa tem que desempenhar a nova atividade por 21 dias consecutivos. 21 dias seguidos da nova prática para uma nova rota neural começar a ser criada. A mágica dos 2⃣1⃣! O que você acha de a partir de agora começar a usar esse numerozinho mágico a seu favor? • Tem uma meta? 🎯✔ • Formou um quadro claro na sua mente (se quiser detalhar por escrito também ajuda, hein?! do resultado que você deseja alcançar? 📋✔ • Pensou numa maneira de exercer um pouco de pressão positiva para te impulsionar a conseguir? ✔ • Especificou um prazo para ela e anotou essa data num local que você vê com frequência? ✔ • Pronto, agora tenha a coragem de colocá-la em prática por 21 dias e colha os resultados! 💪✔ • Ah, por último mas não menos importante: curta o processo! 😉🙃 O caminho é o mais importante! Trate de se divertir enquanto estiver avançando em direção às suas metas e objetivos, hein?  Vai com amorosidade, com consciência, sem pressa e com olhos bem abertos.  No caminho que me leva e te leva a melhor
Tenho um convite: pelo menos uma vez por dia mude a marcha da sua vida conscientemente. Desacelere.  Escolha uma atividade cotidiana e permita-se fazer ~apenas~ ela.  Se for beber água, apenas beba a água!  Com consciência e com atenção. Concentre-se no copo d'água e imagine que você nunca viu nada semelhante. Perceba características como sua cor, seu cheiro, seu aspecto. Olhe atentamente para a água permitindo que seu sentido da visão se deleite. Se você começar a pensar que é uma bobagem estar fazendo isso reconheça seus pensamentos como ideias aleatórias e retome a consciência. Leve um pouco d'água até a boca e perceba as sensações que aquele líquido te traz.  Surgiu um pop-up na sua cabeça te lembrando da próxima atividade que precisa ser feita? Não tem problema! Tá tudo bem! A natureza da mente é a de um cavalo selvagem. Com amorosidade e sem julgamentos reconduza sua atenção através da conexão com a respiração para o presente, para o simples ato de beber água.  Se for caminhar, apenas caminhe! Sinta o milagre de se movimentar sem o objetivo de chegar a algum lugar. Você pode fazer isso em ambiente fechado ou ao ar livre. Pode ser a distância da porta do seu quarto até a cozinha. Não importa a distância! Se forem 10 passos com consciência já está ótimo!  Comece bem devagar levantando o pé direito do chão. Perceba o calcanhar se desprendendo do solo e o peso do corpo mudando para o pé e a perna esquerda. Tendo suspendido o calcanhar direito, observe como o movimenta para a frente bem devagar e o apoia delicadamente no chão, um passo à frente.  Enquanto coloca o pé direito no chão, observe o calcanhar esquerdo saindo do solo e o peso voltando para a perna direita... Quanta coisa acontece entre um passo e outro, né? Isso é incrível!  Aceite o meu convite: pelo menos uma vez por dia escolha desativar o piloto automático e ligue o modo estar consciente. Seja enquanto escova os dentes, janta, brinca com os seus
#energiaboa
Não poderia começar as redes sociais da a.COR.dar falando sobre outra coisa... Estou diante de uma mudança de carreira e - óbvio - o novo é por vezes muito assustador.  Um trabalho novo, uma viagem para outro país, a decisão de se dedicar a um novo  projeto, decidir casar-se, ter filhos, uma nova meta que vai exigir esforço, o recomeçar depois de um tempo parado, o começar de novo depois de muitas quedas. Um passo no escuro, um querer ir sem ter nenhuma segurança em relação ao caminho, o medo do fracasso, o "o que será que os outros vão dizer?", o "eu não consigo!", "eu não sou boa o suficiente", "não nasci pra isso!". Quantas vezes já sentimos alguma dessas sensações ou muitas delas? Quantas vezes por sentir isso paramos e nem nos permitimos ir? Quantas vezes o medo do fracasso paralisa nossas ações?  Deixa eu te falar sobre algo que ouvi faz tempo, mas que só agora entendi mesmo o que significa. Coragem não é a ausência de medo, coragem é ir, mesmo tendo o medo como companhia. E deixa eu te contar como aprendi isso... Já fazia um tempo que tentava tirar minha carteira de habilitação. Comecei o processo há mais de 10 anos e por diversas motivos (sendo o principal deles a sensação de que aquilo não era pra mim que me fazia evitar pensar no assunto), só consegui a minha licença para digirir há apenas algumas semanas. Em julho do ano passado comecei de novo o processo e quando chegava a hora da prova prática era sempre a mesma coisa... ficava muuuuito nervosa e acabava me enrolando toda e sendo reprovada.  Da última reprovação até o dia em que finalmente passei, passaram-se muitos meses e muitas reflexões aconteceram... Olhei de frente para minha insegurança, percebi a sensação de não merecimento e de incapacidade, e por fim a última peça se mostrou - não era simplesmente uma questão  de me achar incapaz tecnicamente que me fazia ser reprovada; algo internamente, no meu sistema de crenças limitantes, criava a

Loading